15
ago
07

CRIANÇA NO COLO (A procura da “Mãe Perfeita”)

Criança no Colo

CRIANÇA NO COLO
(A procura da “Mãe Perfeita”)

Olho para o lado e vejo outra mãe com seu filho.
Ele no chão, e ela um pouco a frente.
Em outra direção, muitos metros de distância;
Olho mais um pouco e encontro
Outra mãe com sua criança.
O que vejo? Outra distância…
A criança, que só anda no carrinho e
A mãe, magrinha, empurrando.
E comenta que não agüenta o peso da pobre criança.
Meu pensamento vai muito longe.
Mas depois volto, e olho para o lado outra vez.
Lembro de nunca ter visto minha vizinha
Carregar seu filho no colo.
Outro menino, um pouco mais sortudo,
É fácil ser avistado no colo do pai. Quando não,
Protegido sob os olhares desse raro pai.
E a mãe? Ao telefone e completamente distante.
Então olho para mim e lembro de minha luta diária.
Onde batalho contra minha pessoa e em favor do meu filho.
E mesmo sabendo que, ás vezes, nado entre um
turbilhão de sentimentos.
Sempre acho que poderia eu ser uma mãe ainda melhor.
Claro! Entendo que uma criança tem seus quilos.
Que ás vezes, ficamos cansadas e
Ás vezes estamos esgotadas.
E carregar nossa criança o tempo todo no colo,
Não dá mesmo. Menos ainda estando com pressa.
Qual é a mãe que na gravidez não vê a hora de
Segurar no colo seu bebê?!
Infelizmente parece que, em muitas, esse entusiasmo
Ou necessidade passa rapidamente, quando a
Curiosidade é desvendada.
A criança é amamentada no colo.
Porém o vínculo não está somente na amamentação.
O colo também tem seu afeto, calor e valor.
Esse investimento traz ao seu fruto o sabor da boa frutificação.
O que é isso? O ser humano BOM.
Aquele que, nos tempos atuais, está do lado raro e cada vez menor.
Olho para a criança pobre de amor.
Olho para a criança que está longe dos olhos e pensamentos da mãe.
Olho para a criança que parece ser um fardo que é empurrado(a) pela mãe.
Olho e no fechar de olhos, oro.
Olho, e minhas mãos sobem com meu olhar,
Junto com pequenas mãozinhas. Vejo o sorriso sincero e o mais lindo,
Onde encontro também os pequenos olhinhos.
Olhinhos brilhantes, que sabem sorrir.
Olhando para meu amado filho caminho
Com ele segurando-o no colo.

(DIRCIRENE MESSEDER)

Anúncios

4 Responses to “CRIANÇA NO COLO (A procura da “Mãe Perfeita”)”


  1. 1 Romario Thiago
    5 de fevereiro de 2014 às 19:52

    ele pode ser adotada

  2. 3 cida
    26 de janeiro de 2010 às 22:31

    ver se ta certo eu queria uma menina tanto faz menino ou menina mais eu quero menina pq eu so tenhouma menina ai ela queria que eu gravidase mais eu n posso pq so naci menino queria muito se vc mi agudase eu n sei o que fasser mais
    entre em contato meu numero e 35716984 liga para mi por favor


Deixe seu relatório investigativo, ou mande beijo; dê seu palpite, ou bronca. Mas fale sério comigo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Leitores do Blog:

  • 4,964,468 Visitantes

Visitantes Online

visitor stats

Seguir Fastlove:

Siga-me no Facebook

Dona do Blog:

Quem sou eu?
Aspiro com o dia em que não incomodarei as pessoas com minha sinceridade. No dia em que as pessoas não terão medo e nem vergonha de expor sua essência – dizer o que realmente pensam e querem. O fim da hipocrisia, do sujeito oblíquo. Com calma caminho em busca de um futuro melhor, e não espero por coisas fáceis. Sou chata, brega, amiga, leal, fiel, prestativa, distraída, esquecida, impulsiva, falante, extravagante, extrovertida, medrosa, extremamente ansiosa, normalmente curiosa e tolerante, as vezes envergonhada. Mensageira da esperança, da palavra amiga. Admiro quem anda sozinho, mas não consigo. Fico feliz quando vejo um sorriso, quando o sonho se torna realidade mesmo q não seja meu. Satisfeita ao ver um casal de velhinhos em um restaurante, de mãos dadas. Choro quando assisto TV, quando sofro decepção, quando decepciono alguém e por saber que o mal está solto. Mas tranquila e muito feliz por saber que acima de tudo Deus existe, que é Amor, Justo, Fiel, Onipotente e Onipresente. Não tenho a família de meus sonhos, porém tenho força de vontade para criar uma, todos os passos são cuidadosamente analizados e percebo hoje que estou em uma posição muito a frente dos meus sonhos mais simples. Com a Graça de Deus Celestial. E com a certeza que Deus nunca me abandonou! Com a benção Dele, sinto que realizarei e viverei mais que sonhos. Desejo ver meus filhos crescer e que sejam felizes, ter mais filhos e adotar quando possível. Quero uma família grande, unida e repleta de paz e amor. Desejo que as pessoas conheçam a Paz, o Amor e o Poder que somente nosso Deus tem e pode nos dar. Desejo uma casa, no quintal: animais e um pé de jambo. Bem longe do Rio de Janeiro. Mas Deus sabe o que é melhor para mim. Afinal, sou mais que uma vencedora! Fui escolhida em uma corrida de milhões, fui vitoriosa e gerada. Gerei filhos saudáveis e lindos, perfeitos aos olhos de Deus, aos meus olhos... e verdadeiros Presentes Divinos em minha vida.

Twitter

Calendário do Blog

agosto 2007
D S T Q Q S S
« jul   set »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Buscar Arquivos do Blog

Casos Arquivados

Categorias do blog

Member of The Internet Defense League

RSS Frases Pensador


%d blogueiros gostam disto: