09
jun
08

Queria ser um pinguim

Queria ser um pingüim

O amor entre os pingüins é uma coisa que me deixou muito impressionada.
Entre os casais de pingüins existe a fidelidade, uma característica marcante.
Eles se encontram apenas uma vez ao ano para o acasalamento. Percorrem grandes
distâncias até chegarem ao ninho de amor.
Os machos são os primeiros a chegar e logo encontram seu ninho, no mesmo local que foi ocupado no(s) ano(s) anterior(es). Mesmo com todo esse tempo e distância, eles sabem exatamente onde estão o seu ninho de amor.
Se o macho solteiro não encontrar logo um espaço, não terá chance de atrair uma parceira. Todos querem um bom lugar e assim começam as disputas violentas. Os novatos inexperientes buscam ninhos abandonados, ou tentam disputar o ninho… Normalmente perdem.
Os machos cuidam do ninho, preparando tudo para a chegada da fêmea.
As fêmeas chegam aos poucos, muitas vezes um mês depois dos machos aproximadamente.
Elas começam a emitir sons para encontrar o seu parceiro. As solteiras para buscar um parceiro. As fêmeas aparecem e a abordagem começa na mesma hora.
Uma vez encontrado o parceiro, os pingüins namoram e, finalmente, copulam. Naturalmente os machos que tem os melhores ninhos tem grandes chances de escolherem as melhores fêmeas, ficam com elas e formam uma família.
Mas não basta apenas ter o melhor ninho. Os machos cantam, as fêmas sabem reconhecer o canto de seu parceiro, e ele reconhece o som emitido por sua parceira. As solteiras escolhem o seu parceiro pelo canto e pela exibição que ele apresenta, o macho dança elegantemente.
Quando as fêmeas chegam, os machos cantam para serem encontrados por sua parceira.

O encontro é comemorado com uma dança particular do casal, os dois fazem a dança do acasalamento, começando o namoro. A fêmea confere se o ninho está bem cuidado, e finalmente copulam. A fêmea põe o ovo. O período de incubação dura de 5 a 6 semanas – os pais se revezam na busca do alimento, para que o ovo nunca fique abandonado. Nas primeiras semanas de vida, o pingüim comerá alimentos que os pais já digeriram e ficará sobre a guarda permanente de um ou outro, protegido dos demais pingüins e aves como a gaivota.
Quando adquire o tamanho do pai, a penugem é substituída por penas, sinal que é tempo de aprender a nadar, e é tempo de abandonar o local e voltar ao mar, onde permanecerão (por vários meses) até recomeçar o ciclo.

O casal de pingüim é carinhoso e fiel.

Anúncios

4 Responses to “Queria ser um pinguim”


  1. 5 de junho de 2016 às 15:05

    Eu so doce legal mega amo beija

  2. 28 de abril de 2016 às 00:24

    Muito legal, é uma lição à ser aprendida.

  3. 3 Inês
    7 de fevereiro de 2011 às 21:06

    Eu gosto muito de pinguins são os meus animais favoritos e criei um blogue sobre eles.
    Pinguins ❤


Deixe seu relatório investigativo, ou mande beijo; dê seu palpite, ou bronca. Mas fale sério comigo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Leitores do Blog:

  • 4,904,608 Visitantes

Visitantes Online

visitor stats

Seguir Fastlove:

Siga-me no Facebook

Dona do Blog:

Quem sou eu?
Aspiro com o dia em que não incomodarei as pessoas com minha sinceridade. No dia em que as pessoas não terão medo e nem vergonha de expor sua essência – dizer o que realmente pensam e querem. O fim da hipocrisia, do sujeito oblíquo. Com calma caminho em busca de um futuro melhor, e não espero por coisas fáceis. Sou chata, brega, amiga, leal, fiel, prestativa, distraída, esquecida, impulsiva, falante, extravagante, extrovertida, medrosa, extremamente ansiosa, normalmente curiosa e tolerante, as vezes envergonhada. Mensageira da esperança, da palavra amiga. Admiro quem anda sozinho, mas não consigo. Fico feliz quando vejo um sorriso, quando o sonho se torna realidade mesmo q não seja meu. Satisfeita ao ver um casal de velhinhos em um restaurante, de mãos dadas. Choro quando assisto TV, quando sofro decepção, quando decepciono alguém e por saber que o mal está solto. Mas tranquila e muito feliz por saber que acima de tudo Deus existe, que é Amor, Justo, Fiel, Onipotente e Onipresente. Não tenho a família de meus sonhos, porém tenho força de vontade para criar uma, todos os passos são cuidadosamente analizados e percebo hoje que estou em uma posição muito a frente dos meus sonhos mais simples. Com a Graça de Deus Celestial. E com a certeza que Deus nunca me abandonou! Com a benção Dele, sinto que realizarei e viverei mais que sonhos. Desejo ver meus filhos crescer e que sejam felizes, ter mais filhos e adotar quando possível. Quero uma família grande, unida e repleta de paz e amor. Desejo que as pessoas conheçam a Paz, o Amor e o Poder que somente nosso Deus tem e pode nos dar. Desejo uma casa, no quintal: animais e um pé de jambo. Bem longe do Rio de Janeiro. Mas Deus sabe o que é melhor para mim. Afinal, sou mais que uma vencedora! Fui escolhida em uma corrida de milhões, fui vitoriosa e gerada. Gerei filhos saudáveis e lindos, perfeitos aos olhos de Deus, aos meus olhos... e verdadeiros Presentes Divinos em minha vida.

Calendário do Blog

junho 2008
D S T Q Q S S
« maio   jul »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Buscar Arquivos do Blog

Casos Arquivados

Categorias do blog

Member of The Internet Defense League

RSS Frases Pensador


%d blogueiros gostam disto: